Alimentação – mitos e verdades

Como amanhã temos nossa primeira consulta com uma nutricionista (gratuita, da ADJ), hoje minha pesquisa na internet está focada em alimentação!! Achei no site da GAAD (Grupo de Apoio aos Amigos Diabéticos) um texto bacana sobre mitos e verdades sobre o que se pode ou não comer quando se tem diabetes, e talvez interesse para vocês também!

“Muitas pessoas acreditam que o fato de um alimento ser natural significa que é seguro e eficiente. Vejamos alguns exemplos de mitos e verdades a respeito deles.

Mitos

  1. Diabético não pode comer beterraba. (Falso)

    Cada100 gr de beterraba contém 9,5 gr de glicídeos. O mesmo que a cenoura.

  2. Diabético não pode comer batata e arroz junto. (Falso)

    Pode, desde que esteja contemplado dentro de sua cota de carboidrato daquela refeição.

  3. Diabético não pode comer arroz e macarrão. (Falso)

    Pode, desde que esteja dentro da cota de carboidrato da refeição.

  4. O diabético não deve comer caqui, pois é muito doce. (Falso)

    Pode, desde que se respeite a cota de carboidratos.

  5. Substituir o leite por café. (Falso)

    O leite é fonte de proteína e cálcio. O certo seria substituí-lo por coalhada, iogurte ou queijo. Já o café pode ser substituído pelo chá preto ou pelo mate.

  6. Caldo de cana e água de coco são naturais, portanto o diabético pode beber a vontade. (Falso e Verdadeiro)

    Para consumir caldo de cana, necessita-se de insulina de ação rápida, que é utilizado por quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Requer estar em ótimo controle glicêmico, liberado portanto pelo médico. Não é aconselhável por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos trazem.

    Já a água de coco não pode ser ingerida a vontade. A não ser que esteja dentro da cota de carboidrato.

  7. Água tônica é amarga e o diabético pode beber sem problemas. (Falso e Verdadeiro)

    É o mesmo caso do caldo de cana. Para bebê-la, necessita-se de insulina de ação rápida, utilizado por quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Requer estar em ótimo controle glicêmico. Não é aconselhável por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos trazem.

  8. Suco de fruta é natural, portanto o diabético deve usar e abusar. (Falso)

    Pode-se usar, mas não abusar. É importante não esquecer de verificar a cota de carboidrato antes.

  9. Açúcar causa diabetes. (Falso)

    O uso de açúcar não causa diabetes. Mas sendo diabético, seu uso depende de insulina de ação rápida e pode ser usado em quadros de hipoglicemia. Nestes casos, apenas para quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina, estando bem monitorado e com a glicemia controlada.

  10. Não beber refrigerante dietético (Falso)

    Pode-se confiar nos refrigerantes dietéticos.

  11. Beber muita água dá diabetes. (Falso)

    Não. A hiperglicemia ou o alto índice de açúcar no sangue é que provoca a sede. A sensação de estar com muita sede ou a polidpsia faz com que se beba muita água. Este quadro leva a poliúria (urinar muito e frequentemente). Estes são sintomas de diabetes malcontrolado. (Exatamente os sintomas do Gui..)

  12. O diabético não pode comer aipim e nem farofa. (Falso)

    Pode, desde que esteja dentro da cota de carboidrato de uma refeição.

  13. Banana faz mal ao diabético. (Falso)

    Não. O diabético pode comer banana, desde que respeite a cota de carboidrato.

  14. Mel e açúcar mascavo são naturais. Sendo assim, diabético pode usar (Falso e Verdadeiro)

    O uso de açúcar mascavo e mel depende de insulina de ação rápida, pode ser usado em casos de hipoglicemia e em quem faz uso de bomba de infusão contínua de insulina. Mas precisa-se estar bem monitorado e com a glicemia controlada. Não é aconselhável o uso por seu difícil manejo e por não trazer benefícios maiores à saúde do que outros alimentos.

  15. Fritura faz mal, mas se utilizada margarina light não. (Falso)

    Se a fritura estiver dentro de cota de lipídeos (gorduras) é permitido. Mas se extrapolar a cota, não deve-se comer.

Verdades:

Os três maiores nutrientes da nossa alimentação são:

  • Carboidratos (glicídeos);
  • Proteínas;
  • Lipídeos (gorduras).

Todos formam glicose no nosso organismo.

  • 100% dos carboidratos ingeridos formam glicose;
  • 35% das proteínas formam glicose;
  • 10% das gorduras ingeridas irão formar glicose.

Para manter a taxa de açúcar ou glicemia constante no sangue é necessário uma unidade de insulina para cada 15g de carboidrato.”

(matéria completa aqui)

Resumindo: controlando a quantidade e tendo a insulina rápida do lado, pode-se comer de tudo, evitando apenas as grandes variações na medida de glicose: muito baixo e depois muito alto, e vice-versa. E agradeço todos os dias a quantidade de coisas diets que existem por aí, e que tenho certeza que não descobri nem metade!!

Se eu achar outras coisas legais volto para postar. E lógico que aguardo comentários de quem já está com essa rotina há mais tempo do que nós!!

Força, beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *