Lanche da tarde

Mesmo sem ter tido reunião com nutricionista ainda, algumas coisas a gente aprendeu no hospital, como por exemplo, ter uma idéia do que dar no lanche da manhã e da tarde. O Gui gostou tanto disso no São Luiz que no dia que saimos, logo depois do amoço, ele perguntou: e o lanche mamãe, vai ser aonde? Em casa filho…Ah, mas aqui é mais gostoso!!! Calma, eu juro que sempre demos comida à ele, mas a variedade do hospital realmente chamou a atenção.

Antes no café ele tomava um copo de leite com Nescau ou Toddynho e 2 bisnaguinhas com requeijão. Um ou dois Polenguinhos quando pedia…

No meio da manhã, comia uma salada de frutas com meu pai, ou um bolinho Ana Maria. No almoço e jantar comidinha variada, às vezes lanche (pizza, cachorro quente). E o lanche da escola também era parecido com o café da manhã…

Como já aprendemos que gelatina diet e queijo têm zero de carboidrato, gosto de incluir no lanche porque pelo menos sustenta melhor a lombriga que mora na barriga do Gui!!! E leva um pouco mais de tempo para pedir comida de novo…

Ou seja, no final das contas, a diabetes trouxe melhor qualidade à alimentação dele… Já que temos que ver o lado positivo das coisas, esse é meu ponto de vista!

E hoje o lanche foi assim, depois de uma medição 86:

1 xícara de gelatina Diet (Royal);

1 garrafinha de yougurt light de morango (Taeq)

1 Polenguinho light

2 torradas integrais com requeijão (Bauducco)

Se é verdade que comida colorida agrada, ele ficou feliz!!!

Qualquer novidade, aviso!

Força, beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *