Alimentação, Começo, Diabetes, Saúde, Vitórias

Não consegui escrever ontem, enxaqueca daquelas, mas vamos às novidades pós consulta com a pediatra do Gui:

(OBS: vale lembrar, novamente, que o descrito abaixo vale para o tratamento do Gui! Consultem seus médicos, pelo amor dos Deuses!!!)

– Não vamos iniciar a contagem de carboidratos ainda, pois como estamos bem equilibrados com os números, vamos deixar um pouco mais para frente. Fiquei de enviar à ela um relatório detalhando dois dias de alimentação dele, e mais um dia de final de semana, para que ela diga aproximadamente quanto ele está comendo, só para já termos uma idéia;

– Vamos deixar de ser tão “econômicos” na aplicação da Novorapid (ainda bem que meu pai também estava na consulta, senão era capaz de “ficar na dúvida”…rsrsrs). Lógico que manteremos a atividade física diária, mas aquela história de ficar correndo pela casa para baixar número alto pré-jantar, vai acabar. Além de não ser bom ficar muito tempo com a glicemia alta (acima de 150), por dar mais chance da hemoglobina glicosilada ficar alta, quanto mais cedo aplicarmos a Novorapid no período da noite, melhor. Assim evitamos que ela continue agindo perto da hora de dormir, o que poderia causar uma hipoglicemia noturna;

Noite: posso parar de ficar turbinando o lanche noturno dele, para evitar as hiperglicemias da madrugada, o que também não é bom. Se a glicemia estiver acima de 100 mg/dl, posso dar apenas o leite ou yogurt. Lógico que não é para deixar a criança com fome, mas vamos tomar mais cuidado para não ficar aumentando a glicemia sem necessidade – eu fiz um acompanhamento dos números às 3h da manhã, por uma semana, e mesmo dormindo com 82, sem lanche extra, mediu 118 às 3h e acordou com 83, por exemplo (depois coloco a tabela toda!);

– Não aplicaremos a Novorapid nos lanches da manhã e da tarde, apenas em casos de números muuuuuito altos. Vamos continuar medindo na escola, para controle e para que a escola esteja envolvida no processo, mas deixaremos para fazer a correção, caso seja necessário, antes do jantar (já vi alguns comentários aqui no blog, de mães que fazem o mesmo, né?);

– Não preciso dar suco normal quando der número baixo antes de alguma refeição, pois ele já vai comer. Só preciso corrigir hipo quando estiver fora do horário de alimentação dele, pois nas vezes que demos um pouco de suco normal antes do almoço quando estava por volta de 50 mg/dl, a próxima medição acabava com hiper….

– Caneta de meia dose: vamos sentir agora, usando mais a Novorapid, se será necessário usar meia dose, ou se doses inteiras resolvem;

Sobre o ouvido: graças à Deus foi só uma otite externa, só estava um pouco avermelhado e estamos tratando com remédio local. Levei os exames que tínhamos feito no começo do ano, raio x e audiometria, e a adenoide está em tamanho normal e a quantidade de secreção que existe no ouvido dele, NÃO JUSTIFICA CIRURGIA!!!!!! Eba eba! Como agora precisamos evitar xaropes expectorantes, pois são todos doces, vamos passar o inverno fazendo inalação e pingando remédio no nariz. E SÓ!! Alívio master, uma coisa menos na vida agora, né?!?

Algumas fotinhos de hoje: ele estava mega cabeludo, foi almoçar com o pai e aproveitaram para cortar o cabelo!! Gatíssimo, adorei, cara de moleque!!!

We cannot display this gallery

Os próximos exames serão em agosto, e até lá, vamos continuar fazendo o possível para continuar controlando essa tal diabetes, para manter números tão bons como agora!!

Obrigada pelo apoio nas mensagens, sempre.

Força, beijos

Insumos, Saúde

Recentemente recebi o contato da Monica, farmacêutica e dona de uma farmácia em Blumenau/SC, especializada em artigos para diabéticos. Começamos a nos comunicar hoje, e já foi muito bacana, aprendi coisas novas!

Em breve ela estará me ajudando com alguns textos aqui no Blog, mas enquanto isso, achei esse aqui interessante, sobre um aparelho de aplicar insulina sem agulha, vendido em alguns países por aí…Podia chegar logo no Brasil, né?!?!

Injetar insulina diariamente sem uso de agulhas já é uma realidade em alguns países – Farmácia especializada em diabetes.

Força, beijos.

Alegrias, Dia a Dia, Diabetes, Saúde, Superação, Vitórias

Ficaram prontos ontem mesmo, peguei na internet!

Estes são os primeiros exames pós-hospital, então não tenho histórico de alguns deles, mas precisamos começar de algum jeito, certo?? Já fiquei MUITO feliz com a queda da Hemoglobina Glicada (A1C), mas podemos melhorar. A pediatra disse, por email, que no modo geral está tudo bem, mas o resultado pós prandial está alto, provável que isso tenha impedido uma queda maior no A1C. Já marcamos a consulta para conversar sobre esses primeiros 3 meses, e o que fazer nos próximos!!

Ah, o Peptídio C é o que indica como anda a produção de insulina do pâncreas…ou seja, a tendência é que fique igual a zero logo mais…já está bem baixo….

Bom, depois da consulta eu conto mais detalhes desses números aí….e também como foi o ganho de peso dele nesses 3 meses, já que ele estava mais magro do que o normal em fevereiro.

Força, beijos.

Dia a Dia, Saúde, Superação

Bom, os resultados só saem amanhã, mas passei para contar rapidinho como foi essa manhã corrida:

Acordei mais cedo do que o normal com medo de deixá-lo muito tempo sem comer, mas mesmo assim, chegamos só às 8h no laboratório. Meu pai foi comigo e ficou até às 10:30h porque ia tocar em uma missa. Depois veio minha mãe buscar a gente. Familia unida…sabe como é, eu disse que poderíamos ir sozinhos, mas tive que ouvir que “não preciso passar por isso sozinha”. Amo muito!

Já começou com a atendente dizendo que o pedido médico tinha rasura na data e que a Medial não aceitaria….Eu devo ter feito uma cara de louca muito grande, porque a menina se sensibilizou e fez tudo assim mesmo, deu entrada nos exames e me pediu para levar um pedido novo até às 22h de hoje!!! Lá vai santo Célio passar na pediatra de novo…

Bom, o Gui continua fazendo o maior show de horror para tirar sangue, vem sempre duas enfermeiras, além da mãe aqui que segura pernas e braços com uma capacidade enorme de não deixar um roxo sequer, e ainda ganho beijo no final!!! rsrsrs

O pior: um dos exames deveria ser feito 2h após o café da manhã (pós prandial) e não deixaram de jeito nenhum a veia já ficar puncionada, apenas para tirar o sangue de novo….tivemos que furar o outro braço, mas o Gui, como vocês já conhecem, ajudou bastante dessa vez: estendeu o braço para as moças e deixou que o segurassem. Chorou muito, mas não tentou sair correndo dando socos no ar…rsrs. Ponto para ele!

Bom, com isso, os horários das alimentações mudaram um pouco: café às 8:40h (110 mg/dl) e yogurt às 11h. Vim para o trabalho e deixei minha mãe lá com ele. Uma hora depois ela me liga pra dizer que, depois da terceira tentativa de medir o dedinho, a glicemia estava em 189. Eles deram umas duas voltas na quadra lá embaixo, mas ele cansou e não quis mais…Resultado: voltei para almoçar em casa! Cheguei e resolvi medir de novo: 156!!! Lógico que minha mãe não mediu de novo depois de correr, mas prometeu que depois de hoje vai se esforçar para aprender a aplicar a canetinha. Infelizmente, por mais que eu ache que ela não precisa passar por isso porque odeia sangue e agulha, é para o bem da saúde do neto, não tem mais como ele ficar com alguém que não saiba fazer tudo que ele precisa. Nos abraçamos todos e pronto!

Lógico que ele ficou feliz em me ver de novo, ainda mais o levando na escola!

Mais tarde conto o resto do dia….

Força, beijos.

Dia a Dia, Diabetes, Saúde

Antes de mais nada, obrigada por todas as dicas que recebi, no Facebook e aqui no blog, sobre cicatrização em diabéticos, deu tudo certo! Limpei bem o corte, várias vezes por dia, passei a pomada, e mesmo ainda com o corte aparecendo, já está fechado.

Ontem fui tirar documentos do Gui, RG e CPF, e acredita que deixaram ele assina o nome no RG??? Ficou todo feliz, já que é a única coisa que ele escreve sem precisar de ajuda!

Medições de ontem e hoje sob controle…um pouquinho baixa antes do almoço ontem, um pouquinho mais alta no lanche da escola, mas nada que precisasse de intervenção, tranquilo.

Essa semana estou meio corrida, mas na próxima, tenho que levar o Gui para fazer exame de sangue….o primeiro pós hospital…aquele em que ficamos apreensivos para saber como está o colesterol, a hemoglobina glicosilada, e outro monte,  e que teremos que fazer há cada 3 meses. Conto depois!

Força SEMPRE, beijos.

Alegrias, Diabetes, Saúde, Vitórias

Gente, adoro o mundo virtual, mas quando ele ajuda a unir pessoas no mundo real, é INFINITAMENTE melhor!

Para quem não sabe, eu conheci a Nicole, mãe da Vivi (diabética também) e da Duda, através de uma amiga nossa em comum, há apenas 2 meses…e hoje digo que é como se nos conhecessemos há séculos…bem provável que seja mesmo…e nossos filhos então!?! O Gui brinca com a Vivi e com a Duda como se tivesse crescido com elas! Muito bom!

Hoje elas vieram passar o dia com a gente. Nem vou falar de controle de glicemia, porque os dois passaram o dia perfeito, com números entre 70 e 140…muito bom!

Além delas, ainda teve almoço com meus pais e a familia do meu irmão, então imaginam como foi! Não imaginam? Então vejam  as fotos!

Vendo a carinha deles, alguém ainda pode ter coragem de nos falar “tadinhos”?!?!?!!? Não, não é moleza, mas eles são e ainda serão muito, muito, muito mais felizes que um monte de gente “saudável” por aí!!!

Voltem sempre meninas!

Outra coisa importante: o Gui viu a Vivi aplicando a insulina na perna e disse que vai deixar eu fazer o mesmo, com ele acordado…assim fazemos no bumbum de manhã e na perna à noite. Como ele já dormiu, não sei se vai lembrar disso amanhã ou vai mudar de idéia, mas amanhã em conto!!

Força, beijos.

Emocional, Saúde

Ai ai ai….e lá fomos nós hoje para a segunda dose da vacina de gripe suína. Na verdade é meia dose, pois para crianças eles dividem em duas… Fomos no mesmo lugar, no Instituto Pasteur, e dessa vez estava beeeeeeeem mais organizado. Uma sala só para crianças, outra para adultos. Foi bem mais rápido do que a outra vez, mas não menos sofrido….

Só voltando um pouco no tempo: ele dormiu no pai ontem e voltou hoje logo depois do almoço, dormindo. Todas as medições perfeitas. Quando acordou, já saímos, sem eu dizer onde íamos, só contei no carro. Ele já começou a chorar, sentido, mas daí contei que amanhã passaremos o dia com a Vivi, Duda e Nicole, e ele se animou, mas chegando lá…show de horror….querendo fugir….e a enfermeira, depois de perguntar se não tinha ninguém para me ajudar, porque eu não conseguiria segurá-lo sozinha, perguntou se eu não queria dar uma volta com ele antes….NÃO, vamos acabar com esse sofrimento logo!!! Não ia ficar dando voltas ali dentro, prolongando aquilo. Finalmente apareceu mais uma enfermeira que me ajudou, segurando as pernas dele, enquanto eu fiquei com o tronco e braços….depois da picada, deitado no meu colo, relaxou o corpo, com o olho inchado, e conseguiu esboçar um sorriso, dizendo que me amava. Agradeço todos os dias por ter um filho que já entende que, mesmo que eu faça coisas chatas/dolorosas com ele, nosso amor está lá, igualzinho….

Tomou o lanche no carro e fomos para o supermercado. Chegamos agora, e já 3h depois do lanche, dextro = 178. Hum, imagina quanto estava logo depois da vacina! Ele não estava com fome ainda então está vendo filme, e lutando ao mesmo tempo. Já já vamos comer, e talvez não precise aplicar a Novorapid, que a noite sempre fico com receio, já que estamos nesse começo ainda, porque não é legal dormir com medição baixa.

Bom, por enquanto é isso. Amanhã será um dia agitado, divertido, não vejo a hora. Depois conto tudo!

Força, beijos.

Começo, Diabetes, Dicas, Saúde, Superação

Ontem entrei no site da Roche, que disponibiliza uma área no site para informações sobre produtos e dicas para diabéticos. Já me cadastrei pra receber informações por E-mail e achei um texto bacana sobre cuidados com crianças diabéticas. O texto todo está aqui, mas segue um trecho que achei legal divulgar:

Dicas para cuidar de crianças pequenas

  • Preste muita atenção no seu filho. Há coisas que ele/ela não entende muito bem
  • Escolha as palavras com cuidado. Não diga que as leituras do açúcar no sangue estão “boas” ou “más”, em vez disso use “altas”, “baixas” e “normais”.
  • Parabenize seu filho por ser corajoso quando chegar a hora de fazer o teste ou aplicar a injeção.
  • Transforme os horários do teste e das injeções em um momento caloroso e afetuoso. O abraço depois de um teste de açúcar no sangue pode ser bem demorado.
  • Deixe a criança participar escolhendo um dedo para fazer o teste ou esfregando o local após o teste.
  • Faça regularmente um rodízio dos locais de aplicação da injeção. O ideal é não injetar no mesmo local mais que uma vez a cada 30 dias.
  • Deixe tudo pronto antes do teste. Faça com que o processo seja rápido e calmo. Quanto menos você se chatear com isso, menos seu filho ficará chateado também.
  • Fale com seu médico para criar um plano de alimentação, testes e medicação ideal para seu filho.”

É isso, qualquer novidade que eu for achando por aí, vou compartilhando com vocês, ok?

Força, beijos.

P.S.: Gui foi ver meu pai tocar (flauta) em uma missa, e chegou dormindo. Arrisquei aplicar a NPH assim mesmo e deu super certo: na perna, nem se mexeu! Ufa!

Alimentação, Diabetes, Escola, Saúde

Pessoal, tô meio passada, mas vamos começar do começo!!!

  • manhã tranquila, com 77 de glicose em jejum, 167 antes do almoço…meu pai me ligou para saber se precisa MESMO aplicar a Novorapid e decidimos que não…ah, 17 números a mais, em um dia que ele tem educação física, preferimos deixar assim e não dar tanto carboidrato no almoço (reduzimos a quantidade de arroz); vovô Célio e vovó Maria Lucia felizes;
  • Na volta da escola, pós festinha, 174, mesmo sem comer doce, só cachorro quente, bisnaguinha e o bolinho Ana Maria que mandamos. Como ele ainda não estava com fome, jogou bola dentro do apto. (não façam isso em casa, mas estava chovendo!). Resultado: baixou para 94 e jantou feliz; vovô Célio e vovó Maria Lucia felizes, parte 2;

Bom, abri a mochila para ver se tinha algum recado na agenda dele e quase fiquei sem ar ao ver o “saquinho da lembrancinha” do aniversário que ele teve na escola. Sei que não passa pela cabeça de mães sem o contato com o diabetes que isso pode ser uma arma, mas acho que falta um pouquinho de bom senso na hora de pensar em agradar os amiguinhos do filho. Não faz mal para os dentes também??

Tirei tudo de dentro do saco e deu isso aí, e logo abaixo relacionei a quantidade de carboidrato de cada item, bem coisa de louca, mas fiquei curiosa pra caramba para saber o que isso representaria se ele tivesse comido na escola….a sorte que o Gui não abre nada dessas coisas sem falar com a gente antes, mas e se todos tivessem aberto?? Ele já teria feito algo diferente de todos? Ainda vou descobrir isso…

OBS: CHO = carboidrato

  1. Pacote de mini trackinas, pacote com 25g = 16g de CHO
  2. Bombom Ouro Branco, 1 unidade = 13g de CHO
  3. Barra Mastigável Tutti Frutti, de 12g = 10g de CHO
  4. Maxi Choco Goiabinha, com 24g = 14g de CHO
  5. Buballo, 1 unidade = 4g de CHO
  6. Chiclete Blong (??) = 3g de CHO
  7. 2 Pirulitos do Ben 10 = 38g de CHO (!!!!!)
  8. Pacote de Confetes do Ben 10, 15g = 11g de CHO
  9. Bolinho recheado de Morango, 40g = 22g de CHO
  10. 2 balas de chocolate = 8g de CHO

Itens sem informação nutricional: 2 balas de gelatina, 1 pote de gelatina Gelli Way, 4 chiclete do Ben 10.

TOTAL: 141 de CHO

(um almoço, por exemplo, deve ter por volta de 45g de CHO, um lanche da manhã, umas 25g, só para terem noção do exagero)

Lógico que isso não é para ser consumido de uma vez, que é responsabilidade dos pais abrir o saquinho e distribuir os doces para seus filhos, que ninguém tem culpa porque meu filho tem diabetes, mas gente, nem quando ele não tinha eu dava essas coisas todas pra ele. E o que foi a primeira coisa que ele falou quando me viu abrindo a sacola?? “Nossa mamãe, o que eu posso comer disso tudo?” Como ele tinha acabado de jantar, abri o pacote de mini trakinas e dei apenas duas. Ficou feliz, e amanhã eu disse que vou pegar algumas coisas e colocar no lanche dele, como o bolinho e a gelatina…

Pode ser exagero desse meu início de diabetes, mas é impressionante como mudamos a maneira de ver algumas coisas….Eu realmente acho que seremos todos aqui mais saudáveis!

Ele estava bem feliz e brincalhão agora a noite, e isso me inspira nas maluquices com ele: coloquei um edredon embaixo da mesa de jantar, e um lençol na lateral. Pronto, uma cabana com passagem secreta, que pode virar barco, tanque de guerra ou submarino, só depende de você Gui! “Nossa mãe, que idéia legal essa que você teve!!” ……. vou dormir feliz, e ele, lógico, dormiu na cabana (mas já colocamos na cama, calma!).

Mudando de assunto: a Vivi, filha da Nicole que está sempre aqui me ajudando, fez um vídeo sensacional sobre “como medir o dedinho”, como se tivesse narrando uma receita na Ana Maria Braga!! O Gui assistiu, ficou positivamente surpreso em ver outra criança fazendo o mesmo que ele e no final ainda perguntou “Ué, não tem vídeo da canetinha também??” Falei com a própria Vivi agora a noite e ela já está pensando na produção disso!! Alías, vamos nos conhecer pessoalmente no domingo, durante o 14º Congresso Anual de Diabetes da ADJ. Não vejo a hora!

E assim terminou mais uma semana! Vou atualizar a planilha do Gui e enviar à pediatra, pois não fiz isso na última semana…bom sinal, está tudo indo bem.

Força, beijos!!!