Festa Junina

Só para encerrar o capítulo gripe: sexta o Gui foi na pediatra, e não era só gripe o que ele tinha, era crise alérgica. Desde pequeno ele tem isso, a gripe dele é potencializada pela alergia, que o derruba mais do que o normal. Alergia ao tempo seco, ao tempo frio, à poeira.

Solução: tratamento de choque com um remédio caro, mas que é o único que resolve (Singulair). Vai tomar 2 meses, até passar a época de frio. E ano que vem, faremos isso de novo, para prevenir, tomando em maio, junho e julho. Não dá para brincar com a saúde, né? Dinheiro a gente arruma….

Ontem o dia já começou diferente: apliquei insulina e medi a glicemia com ele dormindo, porque acordou quase 10h. Deixei. As últimas noites foram ruins. Café da manhã reforçado, já que a dança dele seria ao meio dia. Lógico que atrasou, mas controlei as medições e ele comeu um cachorro quente logo depois de dançar.

De lá já foi embora com o Léo, e só volta hoje no final do dia. Já nos falamos e está tudo bem. Fiz um novo roteiro mais detalhado da rotina dele, porque não adianta, como ele não está mais todo dia “respirando” diabetes, leva um pouco mais de tempo para pegar as coisas. O melhor é que ele QUER aprender, e isso já faz muita diferença.

Gui e Pietra (Vivi, ele disse que é só amiga!! rsrsrs)

Detalhe: eu estava super preocupada com o frio e a tosse dele, já que a quadra é descoberta, mas a escola foi sensacional: cobriu com uma tenda de plástico, não passava nem uma brisa!!!

Qualquer novidade eu conto mais tarde.

Força, beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *