7 meses e 7 dias!

É…tô ficando expert em esquecer o dia certo do “aniversário” da Dona Diabetes….descaso? Não, nunca, é que ela já faz tão parte da rotina, como escovar os dentes, fazer xixi antes de dormir, tomar banho, que acaba passando…

Esse último mês teve de tudo: hipo com sintoma, hiper sem noção, esquecimento de aplicação da insulina da manhã….não parei de pesquisar ou de ler sobre o assunto, mas é que realmente não estamos mais vivendo 100% em função dela….certo ou não, é isso…..A alimentação continua balanceada, regulada, as medições continuam sendo feitas, tudo ali, como deve estar, mas estamos conseguindo tirar um pouco o “peso” disso tudo, até para o Gui ficar com o emocional um pouco mais forte.

Não quero deixar de brigar com ele quando precisa, só porque ele tem diabetes…sim, existe uma tendência grande de cairmos nessa “Lei de Compensação” que não faz bem para ninguém, MUITO MENOS PARA ELES: ok….não vou brigar porque não obedece, afinal, ele já tem diabetes… Acho que no começo é normal pensarmos assim, pelo menos comigo foi, mas não dá. As regras ainda devem ser seguidas, o banho ainda precisa existir na rotina, a escola está lá para ser freqüentada…tudo igual. A diabetes não veio para mudar o tipo de educação que eu sempre pensei em dar para ele, mas para melhorar a qualidade da alimentação da família toda….e ponto! Até porque, se eles percebem essa brecha no nosso emocional, esquece, por mais queridos que sejam, usarão isso contra a gente em segundos!

Eu sei que às vezes falo mais duro com ele do que preciso, mas sei pedir desculpas, sentar no chão com ele no colo até nos acalmarmos e começar a conversa de novo. Assim como sei pular na minha cama por 10 minutos, ouvindo música e cantando, enquanto ele vai acordando, rindo e me chamando de maluca! Todo mundo tem dias de mais bom humor do que outros…isso não muda porque se tem alguém com diabetes em casa. Sou brava quando precisa, mas também sou a mais companheira do mundo, a maior parte do tempo!

Acho que estamos indo bem. Ele está bem.

Obrigada sempre pelas mensagens que recebo por aqui, por E-mail, Facebook ou pessoalmente. Fico feliz em ouvir que o blog ajuda mães “novas” dessa rotina, porque conseguimos mostrar que as coisas vão se encaixando com o tempo e com a informação…voltem. Estamos aqui!

Força, alegria, e muito amor, SEMPRE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *